Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

DASA tem novo presidente executivo

Publicidade

Marcelo Marques Moreira Filho é o novo presidente-executivo do grupo Diagnósticos da América S.A. Moreira Filho atuava como vice-presidente de Operações e Relações com o Mercado e assume o cargo de Caio Auriemo, que passa a dedicar-se exclusivamente à presidência do Conselho de Administração. ?O executivo foi escolhido pelo conselho e deve ter um mandato de três anos. Sua função será acompanhar o dia-a-dia da empresa e executar as estratégias definidas pelo conselho?, explica o presidente do conselho, Caio Auriemo. A nomeação segue as boas práticas de governança corporativa. Auriemo permanece na empresa para determinar estratégias, monitorar suas execuções e coordenar os comitês médico, institucional, de auditoria, financeiro, de RH e salários e de marketing. Moreira Filho será responsável direto pelo comitê de inovação, expansão e novos negócios.
Balanço
A companhia registrou lucro líquido de R$ 7,2 milhões no terceiro trimestre de 2005 contra R$ 1,2 milhão apurado no mesmo período em 2004. Nos nove meses de 2005, o resultado foi de R$ 17,7 milhões.
A receita operacional bruta do terceiro trimestre foi de R$ 155,5 milhões, 20,2% a mais do que no ano anterior e a receita operacional líquida consolidada apresentou crescimento de 18,5%.
O Laboratório Frischmann Aisengart, adquirido em julho, foi responsável por uma receita adicional de R$ 9,4 milhões no trimestre.
Os serviços de diagnóstico por imagem faturaram R$ 55,5 milhões, com incremento de 25%, e representaram 36% do faturamento total do grupo.
O DASA também registrou queda nas despesas operacionais, da ordem de 11% (de R$ 41,5 milhões para R$ 37 milhões), causada pela redução das despesas financeiras pela redução da dívida e aumento da receita.
O EBITDA atingiu R$ 35,3 milhões, 21% a mais do que em 2004. A empresa deve encerrar o ano com oito novas unidades e o montante total de investimentos, sem considerar as aquisições, deverá ser de R$ 55 milhões.
Para 2006, a empresa espera abrir 14 novas unidades e investir R$ 85 milhões, sem considerar as aquisições.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta