Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

DaimlerChrysler vende 680 furgões para o Ministério da Saúde

Publicidade

A DaimlerChrysler do Brasil, por meio do concessionário Brasília Motors, realizou a venda de 680 furgões Mercedes-Benz para o Ministério da Saúde. Os novos veículos foram comercializados no mês passado e as primeiras unidades entram em operação a partir de março. Todos os veículos serão entregues ao Ministério da Saúde até o mês de junho, sendo que no mês passado alguns modelos foram para a empresa Rontan Eletro Metalúrgica para serem transformados em ambulâncias.
Esses novos veículos serão utilizados como ambulâncias de suporte básico e avançado e UTIs móveis. Para isso, os furgões Mercedes-Benz, de teto elevado e entreeixos longo, 3.550 mm, foram adaptados em ambulâncias, recebendo pintura padronizada do SAMU ( Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), sinalização sonora e visual externa, rádios freqüência, além de equipamentos de suporte de vida.
De acordo com o diretor-gerente do concessionário Mercedes-Benz, Brasília Motors, Rubens Corrêa Barros, a Mercedes-Benz ganhou a concorrência pública do Ministério da Saúde que realizou a compra de 1.480 novas ambulâncias. Desse total, a marca participou com o fornecimento de quase 50% dos veículos “O utilitário Sprinter é o veículo mais preparado do mercado para atender rapidamente o segmento de transformação em ambulâncias, declara Barros.
Os furgões Sprinter Mercedes-Benz são reconhecidos pelo mercado como veículos de fácil e rápida transformação em ambulâncias de simples remoção, suporte de vida e UTI , uma vez que eles atendem com tranqüilidade os requisitos necessários de todas as empresas de transformação do mercado que atuam no segmento hospitalar, além das vantagens operacionais propiciadas pelos veículos.
Para a atividade hospitalar, como veículo ambulância, o sucesso do furgão Sprinter tem se confirmado pelas características de construção do modelo, com o grande espaço interno do salão, as dimensões externas compactas e a performance do trem-de-força, tanto no trânsito urbano como rodoviário.
A fácil movimentação dentro do modelo furgão tem agradado desde as empresas adaptadoras, os médicos e socorristas, na prestação do socorro, como também ao paciente que conta com rapidez e conforto durante o atendimento. Os furgões Sprinter são referência de segurança, desempenho e confiabilidade para o segmento de ambulâncias.
Com capacidade volumétrica para 7,0 m3, na versão curta e teto baixo, e 9,1m3, na longa e teto baixo, e 10,4 m3 na opção longa e teto alto, os modelos furgões da linha Sprinter asseguram uma altura interna de 1.633 mm, chegando a 1.855 mm no teto elevado, garantindo ao cliente área interna vantajosa para adaptar o veículo para vários ramos do transporte.
A Mercedes-Benz vendeu no mês de janeiro 422 unidades do utilitário Sprinter no mercado brasileiro, que registrou vendas de 1.073 unidades no segmento “Large Van”. Com esse volume de vendas, a marca registrou um crescimento de quase 85% em relação ao mês de dezembro de 2003. Quando comparado com o mesmo mês do ano passado, o aumento chega a 108% nas vendas da linha Sprinter.
Os modelos Sprinter são comercializados no Brasil nas versões van, furgão e chassi, atendendo a todas as operações do segmento de comerciais leves na faixa de 3,5 a 4,6 toneladas.
Esses veículos são oferecidos com dois tipos de motorização, de 109 e 129 cavalos de potência, com gerenciamento eletrônico, freios a disco nas quatro rodas, embreagem de acionamento hidráulico, oferecendo equipamentos como sistema Assyst de manutenção, direção hidráulica, estabilizador eixos dianteiro e traseiro, regulagem de alcance de faróis, faróis antineblina, cinto de segurança dianteiros com regulagem de altura, vidros elétricos; entre outros itens.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta