Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

CRM-digital deve ser realidade para os médicos

Publicidade

Médicos de todo Brasil devem contar com o CRM-digital a partir de 2011. Essa é a proposta da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde em conjunto com o Conselho Federal de Medicina.
Desde 2002 as associações desenvolvem um projeto para certificação de software onde um dos requisitos exigidos é o uso de um certificado digital ICP Brasil que é o que dá validade jurídica para um documento eletrônico.
A etapa atual da SBIS/CFM prevê o desenho da criação de um CRM-digital com a ideia de substituir o registro em papel por um smart card. “Nele terá um certificado digital para que o médico possa assinar os seus documentos, receitas, prescrições, com assinatura digital e assim ter validade jurídica para utilizar o prontuário eletrônico“, conta o presidente da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, Cláudio Giulliano Alves da Costa.
Embora o CRM-digital ainda seja um projeto, os profissionais da saúde já puderam conhecer o plano das associações por meio de apresentações. A aceitação nessa etapa tem sido boa, segundo o executivo. “Os médicos entendem que é necessário ter segurança para que a informação do paciente seja guardada de forma adequada e o CRM-digital tem como principal finalidade garantir essa segurança e a privacidade dos pacientes.”
O objetivo da SBIS é que a transição do CRM em papel para o digital aconteça progressivamente a partir do próximo ano, de forma lenta e gradual. O projeto-piloto desenhado envolve vários estados brasileiros para que a implantação não saia da realidade do País.
Com mais de 300 mil médicos atuantes no Brasil, Costa acredita a área de saúde tem registrado avanço junto com a tecnologia, mas de forma lenta quando comparada a outros segmentos, como a área financeira, por exemplo. “Isso está muito relacionado com a formação cultural e a idade dos profissionais. Sabemos que a geração mais nova é mais adepta as tecnologias, mas tenho certeza que os médicos são capazes de usar a TI em todas as necessidades dos hospitais, assim como são capazes de usar equipamentos de alta tecnologia. É uma questão de tempo que temos trabalhado para conquistar esse profissional de forma definitiva”, conclui.
Assista ao webcast!
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta