Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Cremer compartilha excesso de caixa com os acionistas

Publicidade

É baseado na melhoria da estrutura de capital que a Cremer, fabricante e distribuidora de produtos médicos e hospitalares, devolverá R$ 120 milhões aos seus acionistas, cerca de 80% do que a companhia tinha de caixa e aplicações financeiras ao final de março.

A busca dos fundos pela distribuição do caixa com os acionistas vem desde meados de 2008, já que a companhia não havia concretizado o projeto de consolidação para o qual captou R$ 210 milhões quando listou as ações na bolsa em 2007.

Esta semana, o conselho de administração da Cremer decidiu que a dívida líquida deve ser equivalente a 1,5 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (lajida). Por isso, determinou a restituição de capital aos acionistas. Hoje, no lugar de dívida líquida a empresa tem caixa líquido.

Em março, o total das responsabilidades financeiras era de R$ 7,3 milhões para aplicações de R$ 153,3 milhões. Ainda assim, a empresa deve continuar com superávit nas finanças.

Conforme informações da Cremer, a medida não afeta os planos de expansão da empresa, nem mesmo de aquisições. Focada nos resultados do primeiro trimestre, a empresa diz ter capacidade de se financiar com geração própria de caixa. Por isso, além de distribuir o excedente aplicado, a companhia também manterá a estratégia adotada em 2008 de distribuir integralmente o lucro.

* Com informações do Valor Econômico

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta