Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Coren – SP e governo do Estado firmam parceria para cargo de técnico de enfermagem

Publicidade

Em reunião realizada na última segunda-feira (25), em São Paulo, o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, Coren-SP, Cláudio Alves Porto, junto com o Secretário Estadual de Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri, recebeu a garantia de que o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin vai criar o cargo de técnico de enfermagem nos quadros do funcionalismo público do Estado de São Paulo.
O Projeto de Lei (PL) que cria o cargo foi promessa de campanha do governador e está previsto para ser votado em agosto.
Cláudio Porto recebeu também do Secretário de Saúde a garantia de que o programa Tecsaúde, desenvolvido pela Fundap, terá continuidade. O Tecsaúde oferece aos auxiliares de enfermagem do Estado de São Paulo, gratuitamente, o curso de complementação para a formação em Técnico de Enfermagem. O TecSaúde prevê ainda a especialização gratuita em diversas áreas para quem já é Técnico de Enfermagem.
Para o TecSaúde, o Governo prevê o investimento de mais de 50 milhões de reais. Segundo Porto, a proximidade com as autoridades de saúde do Estado de São Paulo, e o respeito que o COREN-SP conquistou perante os órgãos responsáveis pela saúde da população de São Paulo nos últimos anos, têm sido fundamentais para abrir novos caminhos para a Enfermagem paulista.
E ressalta que a categoria ainda tem muitas outras necessidades e pretende continuar, como representante da Enfermagem, lutando por elas
A criação da carreira de Técnico de Enfermagem e a manutenção do programa TecSaúde são medidas complementares e um ganho para a saúde da população.
Com a criação da carreira de Técnico de Enfermagem, o COREN-SP avalia que algumas das principais falhas da gestão de saúde serão sanadas: a delegação e o estabelecimento de competências, e o dimensionamento das equipes de enfermagem.
Para Porto, existe um hiato entre as competências e atividades do auxiliar de Enfermagem e de Enfermeiro. Um técnico de enfermagem, bem treinado e capacitado, pode assumir determinados cuidados na assistência à saúde que um auxiliar não pode, sob supervisão do Enfermeiro, dando mais coesão e qualidade ao serviço de saúde, e a população em geral ganhará com isso: haverá mais segurança para os pacientes e o Enfermeiro poderá assumir os procedimentos mais graves e de risco e gerir a equipe.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta