Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Copa do Mundo pode reduzir atendimentos em 10% na Saúde

Publicidade

Um estudo realizado pela Orizon, de soluções de comunicação eletrônica no mercado de saúde suplementar, apontou que instituições de saúde poderão sofrer uma queda no número de atendimentos de até 10% nos dias de jogos da seleção brasileira.

Começa esta semana a 19ª edição da Copa do Mundo de futebol, e como consequência disso o Brasil todo se mobiliza para assistir aos jogos da seleção. Empresas de todos os setores já estão preparando esquemas para que seus funcionários e clientes possam assistir aos jogos e torcer pela seleção sem que isso afete seus negócios de forma negativa.

De acordo com um levantamento feito pela Orizon, o índice de absenteísmo causado pela copa pode chegar até 7,2% nos serviços de saúde durante a primeira fase da copa. Caso a seleção passe para as oitavas de final este número deverá subir para 10,8%.

Os impactos dessa prática no segmento de saúde suplementar podem acarretar na redução do índice de sinistralidade das operadoras de saúde e até na queda de faturamento de algumas instituições, afirma o diretor de operações da Orizon, Sérgio Pironato. “Essas faltas não trarão apenas impactos na receita das instituições de saúde, mas também atrasarão a conclusão dos tratamentos ou diagnósticos”.

Para o gerente de planejamento e inteligência de mercado da Orizon, Márcio Landi, os impactos vão além dos custos. “Dependendo da especialidade do profissional de saúde, as faltas ou reagendamentos poderão ocasionar em um aumento no fluxo de atendimentos em determinados dias”.

Para evitar este tipo de problema o Hospital das Clínicas de São Paulo instalou dois telões e 291 televisores por todo o complexo hospitalar para que médicos e pacientes possam acompanhar os jogos da copa. A instituição pretende evitar o absenteísmo de pacientes em tratamento durante os jogos da copa.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta