Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Conselho Nacional de Saúde discute rumos para o SUS

Publicidade

O ministro da Saúde, Humberto Costa, quer que o “Evangelho da Saúde” seja seguido não apenas pelo ministério, mas por todos os gestores nacionais do setor no Brasil. Ele se refere ao Plano Nacional de Saúde, que norteará os rumos do Sistema Único de Saúde (SUS) nos próximos anos, informa a Agência Brasil. O Plano está sendo elaborado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e discutido em reunião iniciada ontem. Segundo o ministro, melhorar o acesso aos serviços de saúde, a qualidade da assitência que é prestada a população, enfrentar as doenças chamadas negligenciadas ? como tuberculose e hanseníase ? e viabilizar o acesso da população aos medicamtentos, são metas prioritárias para os próximos anos. “Estamos implementando a farmácia popular e distribuindo mais medicamentos gratuitamente no SUS”, complementa Humberto Costa.
Outros programas serão implementados, entre eles a melhora na qualidade do atendimento. “Tentaremos enfrentar o problema das filas e da demora para conseguir simples consultas e cirurgias”, destaca o ministro.
Além do Plano Nacional de Saúde, a saúde do índio brasileiro está na pauta da reunião do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que termina hoje. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) apresentou a Política Nacional de Atenção à Saúde Indígena, cujo objetivo é assegurar a essa população o acesso integral à saúde.
De acordo com a Dra. Zilda Arns, coordenadora da Comissão de Saúde Indígena do Conselho, muito já foi feito. “Um grande avanço é a participação dos índios na gestão da comissão”, afirma. Mas acrescenta que “ainda temos muito a fazer”, lembrando que um dos grandes problemas de saúde nas comunidades indígenas é a desnutrição.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta