Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Congresso de Anestesiologia terá workshop sobre técnicas de bloqueio periférico

Publicidade

A Sociedade de Anestesiologia do Estado de São Paulo realiza simultaneamente, entre os dias 25 e 27 de junho, a 38ª Jornada de Anestesiologia do Sudeste Brasileiro (JASB), o 1º Congresso Paulista de Anestesiologia (COPA) e o 12º Seminário de Anestesiologia em Obstetrícia (SAO). Voltados para médicos e anestesiologistas, os eventos atualizam o setor sobre conhecimentos sobre novas técnicas e abordagens na especialidade, bem como promover o intercâmbio de experiências. No dia 25 de junho, acontecem diversos workshops voltados para o ensino prático e teórico de técnicas relacionadas a temas como Via Aérea Difícil, Monitorização Hemodinâmica e de Coagulação, Reanimação Cardiorrespiratória, Choque e Reposição Volêmica e Bloqueios Periféricos.
O workshop Bloqueios Periféricos será dividido em cinco estações. Quatro delas apresentarão aspectos do bloqueio periférico em membros superiores e inferiores. A quinta será voltada para a analgesia pós-operatória. “Nosso objetivo é divulgar essas técnicas de bloqueio periférico, especialmente no que diz respeito aos membros inferiores, ainda pouco utilizadas”, explica o Dr. Adilson Hamaji, coordenador de Anestesia do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP.
Um dos pontos mais importantes será a abordagem do estimulador de nervos. Embora não seja novo, o equipamento é pouco usado, mas extremamente importante na localização exata do nervo em que será aplicada a anestesia.
Os bloqueios periféricos substituem, em muitas situações, o uso da anestesia geral. Nesse caso, são anestesiadas as regiões específicas do corpo onde será feita a cirurgia. Conforme explica o dr. Wagner Kuriki, co-responsável pela Residência de Anestesiologia do Centro de Ensino e Treinamento do HC da FMUSP, se comparada à anestesia geral, os bloqueios periféricos oferecem maior estabilidade hemodinâmica e longa duração tanto da anestesia quanto da analgesia pós-operatória, que pode durar em média de 12h a 24 horas.
“Observamos que as técnicas de bloqueio periférico de membro inferior tendem a ter maior utilização no meio médico porque o risco de complicação e os custos são bem menores”. Até pouco tempo, essas técnicas eram pouco usadas devido à alta toxicidade da droga usada, a bupivacaína. Hoje, é usada a ropivacaína, que apresenta menor toxicidade em relação à bupivacaína e permite uma maior manipulação da relação volume/ concentração. O procedimento de bloqueio periférico é usado principalmente em cirurgias unilaterais tanto no membro inferior quanto superior. “Nesse workshop, queremos levar as técnicas mais recentes ao conhecimento dos médicos e abrir um espaço para a troca bilateral de experiências entre instrutores e participantes”, ressalta o dr. Kuriki.
Para se inscrever, os interessados podem entrar em contato com a SAESP pelo telefone (11) 3673-1388 ou pelo e-mail saesp@saesp.org.br
Serviço:
38ª JORNADA DE ANESTESIOLOGIA DE SUDESTE BRASILEIRO
1º CONGRESSO PAULISTA DE ANESTESIOLOGIA
12º SEMINÁRIO DE ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA
Dias 27,26 e 27 de junho de 2004
Local: Novotel Center Norte
Avenida Zaki Narchi, 500 – Vila Guilherme

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta