Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Conexão Médica transmite simpósito internacional de oncologia

Publicidade

A TV IP Conexão Médica transmite no próximo dia 12, das 11h30 às 13h, o I Tele-Simpósio Internacional Mabthera (Rituximab), promovido pela Rede Brasileira de Combate ao Câncer. O evento será ao vivo e interativo. Por telefone, diretamente do Reino Unido, participará Robert Marcus, renomado hematologista, consultor da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital de Addenbrooke’s, em Cambridge. Também farão parte do debate importantes oncologistas brasileiros reunidos em São Paulo. Durante o simpósio, serão abordados os mais recentes e relevantes resultados do estudo sobre o medicamento Mabthera® (Rituximab) – um antineoplásico injetável da Roche – adicionado a CVP versus CVP isolado em pacientes não-Hodgkin folicular, como primeira linha de tratamento. Trata-se de uma programação especial, oferecida pela RBCC para a atualização de cancerologistas, oncologistas e profissionais de saúde de áreas correlatas.
O I Tele-Simpósio é uma iniciativa da Roche com apoio da Rede Brasileira de Combate ao Câncer e transmissão pela Conexão Médica para seus mais de 120 assinantes em todo o Brasil. Os interessados em participar interativamente durante a reunião poderão usar o telefone O800 770.7933, o fax (11) 3056-7933 ou o e-mail: pergunta@conexaomedica.com.br
A Rede Brasileira de Combate ao Câncer é uma iniciativa das sociedades brasileiras de Cancerologia e de Oncologia Clínica, em parceria com a Conexão Médica, em prol do desenvolvimento e atualização profissional à distância em oncologia e cancerologia. Em sua programação, aspectos importantes ligados à prevenção, diagnóstico e tratamento dos mais diversos tipos de câncer são abordados, focalizando especialmente as novas pesquisas, estudos e tecnologias. O objetivo é manter os profissionais de saúde em dia com as inovações da Medicina, de maneira que seja possível trabalhar os aspectos da prevenção e do combate ao câncer, uma das doenças que mais matam no mundo.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta