Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Conexão Médica apresenta programa de medicina diagnóstica

Publicidade

A Conexão Médica transmite, a partir do dia 1 de julho, das 19h30 às 21h30, a segunda edição da programação em medicina diagnóstica desenvolvida pela Roche Diagnóstica. Dividida em sete palestras, a programação é focada na atualização de médicos e profissionais da saúde quanto às novidades na área de diagnóstico de diversos tipos. O primeiro programa terá como tema Diabetes e o paciente hospitalizado. Por meio desse ciclo de palestras, a Conexão Médica pretende levar, para mais de 130 pontos do Brasil, informações relevantes para o cotidiano médico, além de estimular a troca de informações e democratizar o conhecimento científico, o que resulta num melhor atendimento à saúde da população brasileira.
O constante avanço em equipamentos e técnicas de diagnóstico exigem atualização contínua de médicos e profissionais de saúde que lidam, em seu cotidiano, com esse tipo de aparelhagem. O aprimoramento dos conhecimentos nesta área permite a melhoria no atendimento ao paciente e disponibiliza uma série de ferramentas adequadas à detecção de enfermidades, tornando possível a adoção de tratamentos cada vez mais apropriados e efetivos.
As palestras serão interativas e os espectadores poderão participar através de e-mail, telefone ou fax, o que possibilita um melhor aproveitamento do conteúdo de cada palestra e a troca de informações entre os profissionais envolvidos. Geradas ao vivo do Hospital Sírio Libanês em São Paulo, a programação será transmitida pelo canal 2 – Eventos Especiais – para todos os assinantes da Conexão Médica. O projeto é realizado pela Roche Diagnostica, empresa que tem investido no desenvolvimento de sistemas de diagnóstico para hospitais, clínicas, laboratórios e consumidores finais.
Para participar interativamente, os interessados poderão fazer suas perguntas ou observações pelo e-mail pergunta@hsl.org.br ou pelo telefone (11) 3155.1243
Programação
1º de julho: Diabetes e o paciente Hospitalizado;
22 de julho: A importância da Biologia Molecular nas DST’s – Doenças Sexualmente Transmissíveis;
12 de agosto: A utilização dos testes laboratoriais indicadores de processos inflamatórios e riscos de doenças cardíacas;
2 de setembro: A importância dos marcadores tumorais na prevenção e no tratamento de cânceres de mama e ovário;
7 de outubro: Dímero D: O marcador para diagnóstico de exclusão de trombose venosa profunda e embolia pulmonar;
14 de outubro: O Hospital e o controle glicêmico;
11 de novembro: Automação em Uroanálise: Uma ferramenta de diagnóstico clínico em evolução.
Conexão Médica

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta