✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Como usar a interoperabilidade de maneira estratégica?

A comunicação de forma transparente entre diferentes tipos de sistemas utilizados por uma empresa configura a chamada interoperabilidade. O contínuo desenvolvimento de padrões de comunicação através da abrangência de um conjunto de organizações é o que tem sido feito por hospitais de todo o mundo.

No caso da implementação da interoperabilidade, é preciso que a equipe de tecnologia esteja envolvida de forma estratégica, tudo isso para definir as novas regras da comunicação transparente associadas aos objetivos da empresa. Os resultados da conectividade são excelentes, mas precisam de um planejamento adequado.

3 vantagens da interoperabilidade

  1. As informações são centralizadas em nuvem. Isso permite que a equipe acesse os dados de qualquer equipamento e qualquer lugar, facilitando a distribuição de informações de pacientes.
  2. A manutenção do sistema acontece em um só lugar, isso libera a equipe de TI para participar estrategicamente da empresa e não apenas com um perfil tático.
  3. A tecnologia oferece dados em tempo real de forma precisa permitindo uma gestão mais eficiente, o que tem sido abraçado pelas maiores referências de saúde no mundo.

Para atingir os objetivos é importante ter a tecnologia certa

Mesmo que alguns executivos acreditem que adquirir qualquer sistema de informação os colocará no patamar da conectividade, acreditamos que a escolha deva ser bastante cautelosa. Isso porque é necessário estar preparado para fazer a interoperabilidade acontecer de verdade, deixar a informação transparente e preparada para ser utilizada.

Um banco de dados que registre todas as informações da instituição e que as ofereça através de relatórios simples, porém ricos em detalhes, permite que as companhias tomem decisões com maior embasamento. isso leva ao aumento do faturamento e a diminuição de custos envolvidos.

 

       

Deixe uma resposta