Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Como investidores avaliam oportunidades de negócio?

Publicidade

Se você está pensando em abrir um negócio e está pensando em atrair investidores, um dos passos mais importantes é entender a anatomia e fisiologia do cérebro dos investidores.

Em 2010 tive a grande honra de representar a UCLA Anderson School of Management em uma competição entre escolas de MBA dos EUA chamada Venture Capital Investment Competition (VCIC – http://www.vcic.unc.edu/). Nesta competição, cada escola compõe um time de 5 estudantes com diferentes experiências profissionais (saúde, tecnologia, finanças, etc), para que o time seja apto a analisar quaisquer tipos de negócios. Como parte da estratégia de preparação adotada pelo meu grupo, entrevistamos vários investidores (angels e venture capitalists) e coletamos informações em livros e artigos do gênero, com o objetivo de aprender a pensar como um investidor. Neste e nos próximos artigos, resumirei alguns dos tópicos e os disponibilizarei para os leitores do EmpreenderSaúde.

Antes de falarmos sobre o papel dos investidores, vale a pena relembrar como os mesmos se encaixam no processo de crescimento de um negócio, desde o nascimento de uma idéia até sua maturidade. A figura abaixo mostra os tipos de investimentos e opções que os empreendedores têm durante as várias fases do processo.

 

Algumas das principais perguntas para as quais procuramos respostas foram: “Como você avalia oportunidades de negócios?”; “Como você avalia o modelo de negócios?”; “Qual é o processo de investigação conduzido para decidir se o investimento vale a pena (due dilligence)?”; “Quais os tipos de análises financeiras você usa no processo de decisão?”; “Como você decide as estratégias de saída?” Neste artigo vamos discutir a questão: “Como você avalia oportunidades de negócios?”

Clearstone Venture Partner (http://www.clearstone.com/content/html/home.htm), que administra US$650 milhões, responde:

Venture capitalists (VCs) tendem a focar em 5 áreas específicas ao avaliar uma empresa:

Gerência

Mercado

Competição

Aspecto economico do negócio

Riscos

Gerência

Por gerência entendemos que seja o grupo de fundadores, e os responsáveis pela gestão do negócio em questão. A pergunta mais importante aqui é : O grupo tem experiência e já foi bem sucedido na indústria em questão? Os VCs também avaliam se o time tem:

– Experiência em vendas diretas

– Experiência em análise de profitabilidade e custos dos produtos ou serviços

– Investimento financeiro pessoal no negócio

– Inclinação a aceitar dividir ações da empresa com os investidores

– Vontade de vencer

Mercado

A gerência tem entendimento suficiente do mercado e das forças que o afetam? Mais especificamente, os VCs querem saber se a gerência sabe:

– Tamanho do mercado e ritmo de crescimento

– Tendências do mercado

– Número e tipo de competidores

Competição

A gerência tem uma idéia clara de quem são os competidores e do ambiente de mercado? A gerência sabe:

– Quais os fatores que podem levar os competidores a serem bem-sucedidos?

– Qual é o modelo de negócio mais comum?

– Quais são as barreiras de entrada para que outros novos competidores não entrem no mercado?

Aspectos econômicos do negócio

A gerência sabe:

– Quais são as margens de lucro da indústria?

– Se o break even (ponto em que receita cobre custos) pode ser atingido em 2 anos?

– Quais são os modelos de venda mais apropriados?

Riscos

– A gerência reconhece, aceita e tem estratégias para lidar com os riscos existentes do negócio?

– O negócio tem projeções financeiras razoáveis?

– A gerência sabe qual o ritmo de adoção da produto ou serviço?

– A gerência sabe qual a duração do ciclo de vendas?

– A gerência explorou os melhores e piores cenários na projeção?

– A gerência sabe quais são os obstáculos legais?

 

Nos próximos artigos continuaremos mostrando a você, leitor da EmpreenderSaúde, o que se passa na mente dos investidores ao analisarem oportunidades de negócio.

Fontes:

VCIC

Clearstone Venture Partners

 

Elaine Horibe Song é médica cirurgiã plástica formada pela Universidade Federal de São Paulo, com Especialização em Administração Hospitalar pela Fundação Getúlio VargasMBA pela Universidade da Califórnia. Atualmente atua como consultora da Kaiser Permanente e de startups nos EUA.

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta