✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Como driblar a falta de atendimento em hospitais públicos

Publicidade

Mergulhado em uma crise financeira, o Hospital Universitário da USP está com apenas um médico por plantão e pode até fechar o PS adulto nas próximas semanas, de acordo com o Simesp (Sindicato dos Médicos de São Paulo). No dia 21 de novembro, o pronto-socorro infantil encerrou os serviços por tempo indeterminado. O hospital é um renomado centro de saúde da cidade e conta com uma média de 1.400 atendimentos diários.

Muitos dos pacientes, que estavam com tratamento em andamento, podem precisar procurar formas de manter os cuidados com a saúde, mas não conhecem meios de economizar com esse tipo de serviço. Hoje já é possível poupar não só com consultas, mas com exames, vacinas e até cirurgias.

“A população que necessita dos serviços dos hospitais públicos e não quer ou nem pode depender da lista de espera do SUS para a próxima consulta ou exame, tem como opção o Consulta do Bem para todos os serviços de saúde, com preço acessível e pago de acordo com o uso”, explica Marcus Vinícius Gimenes, CEO do Consulta do Bem

O Consulta do Bem facilita o acesso da população geral com médicos, hospitais e laboratórios. Todo o processo é realizado pelo site/aplicativo que disponibiliza horários de profissionais da saúde para que os pacientes façam o agendamento de forma prática e simplificada, sem filas de espera ou burocracias desnecessárias.

       

Publicidade

Deixe uma resposta