Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Comissão de Trauma da AMB define agenda para próximos dois anos

Publicidade

A Comissão de Trauma da Associação Médica Brasileira (AMB), formada em setembro, definiu a agenda para os próximos dois anos. Uma das principais metas é reunir médicos de diferentes especialidades envolvidas no atendimento ao traumatizado para que busquem juntos reconhecimento profissional, remuneração justa e melhores condições de trabalho. A cirurgia de trauma foi reconhecida como especialidade médica em fevereiro pela Comissão Mista de Especialidades. Com isso, a Comissão de Trauma deverá incentivar a concessão do certificado na especialidade, propor um currículo mínimo para as faculdades de medicina e fomentar a educação continuada.
Trauma 2025
Um trabalho conjunto entre as Sociedades Brasileiras de Atendimento Integrado ao Traumatizado, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria, Neurocirurgia, Anestesiologia, Associação de Medicina Intensiva Brasileira e Colégio Brasileiro de Cirurgiões já foi realizado em outubro, com a entrega do Projeto Trauma 2025 para o Ministério da Saúde. O projeto tem o objetivo de reconstruir a política técnica e a organização da assistência ao traumatizado nos próximos 20 anos.
De acordo com a comissão, em 1999, o país gastou R$ 9 bilhões, 3% do PIB, para atender às vítimas de trauma. O governo investe, em média, R$ 300 por cidadão em saúde, mas o tratamento de vítimas de trauma custa cerca de R$ 100 mil.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta