Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Coalizão Mundial de Linfoma ganha membro do Brasil

Publicidade

Uma nova aliança, que irá fornecer um suporte global aos milhões de pacientes portadores de câncer no sistema linfático, foi lançada mundialmente hoje. A Coalizão Linfoma (Lymphoma Coalition) é a primeira rede de apoio internacional com o objetivo de aumentar a visibilidade do assunto e preencher as lacunas de divulgação sobre a doença e suas formas de tratamento entre pacientes, familiares e médicos. Atualmente, existem poucos grupos no mundo que oferecem suporte aos portadores deste tipo de câncer que mata cerca de 186 mil pessoas a cada ano. De acordo com um levantamento realizado em 2000, pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer ? Internacional Agency for Reasearch on Cancer (IARC) ? 350 mil novos casos são diagnosticados anualmente.
A Coalizão Linfoma é uma organização internacional, sem fins lucrativos, que irá trocar informações com grupos de pacientes membros de organizações líderes em linfoma localizados nas Américas, Canadá, Alemanha e Reino Unido. Grupos da Austrália, Espanha e Irlanda também estão em processo de adesão à iniciativa. O objetivo principal da aliança é construir parcerias entre grupos de pacientes com linfoma e compartilhar experiências e práticas de terapias, encorajando a formação de novos grupos pelo mundo, especialmente em países onde ainda não há organizações desta natureza.
No Brasil, o membro associado à Coalizão Linfoma é a ABRALE ? Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia – a maior existente na América Latina, situada no Estado de São Paulo. Fundada em 2002 por pacientes e familiares de todo o País, tem como missão tornar o tratamento de câncer no sistema linfático equivalente aos melhores do mundo. A ABRALE é uma associação não-governamental, que fornece informações, esclarecimentos e orientações sobre os tipos de leucemia e linfomas para os pacientes e familiares, além de apoio psicológico, emocional e jurídico.
?A missão da ABRALE é desenvolver e disseminar conhecimentos para que o tratamento ideal das doenças onco-hematológicas esteja disponível não somente em todas as cidades do Brasil, assim como em toda a América Latina, buscando homogeneidade de tratamentos, informação e apoio a pacientes, familiares, médicos e profissionais da saúde?, afirma a presidente da associação, Merula Steagall.
A causa exata do linfoma ainda é desconhecida e diagnósticos iniciais são dificultados a medida em que os sintomas da doença, tais como cansaço, febre e inchaço das glândulas, podem ser facilmente confundidos pelo indivíduo com os sintomas da gripe (fadiga e febre glandular). Alguns tipos de linfoma podem ser fatais num período de seis meses, caso não sejam constatados e tratados em tempo hábil.
O site www.lymphomacoalition.org será a principal ferramenta da organização para manter e fortalecer a real integração global do sistema. De fácil acesso, vai auxiliar e informar milhões de pessoas em todo o mundo.
O encontro anual da Coalizão Linfoma é organizado em dezembro, durante o congresso American Society of Hematology (ASH), nos EUA.
Serviço: ABRALE ? Associação Brasileira de Linfoma e LeucemiaAl. Rio Claro, 190 ? 1º andar ? Bela Vista ? São PauloTel: (11) 3266-4301 www.abrale.org.br

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta