Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Clínicas em Salvador são investigadas sob a acusação de cobrar por serviços do SUS

Publicidade

Auditores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) iniciaram investigação em todas as clínicas e laboratórios localizados na região central de Salvador (BA), que mantêm algum tipo de convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS).
A determinação foi proposta pelo secretário de Saúde Carlos Alberto Trindade, após uma matéria veiculada no programa Fantástico, no domingo passado, 19. A reportagem denunciava estabelecimentos de saúde que cobravam taxas extras para atender pacientes do SUS encaminhados à capital por cidades do interior da Bahia.
O programa da Rede Globo de Televisão abordou a deficiência no atendimento em unidades públicas de saúde de quatro cidades brasileiras – São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Recife. “Todos os estabelecimentos conveniados serão investigados e, se comprovada a irregularidade, serão punidos com o descredenciamento e denunciados ao Ministério Público”, informa o secretário.
Trindade relatou que nesta segunda-feira pela manhã, 20, conversou com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e com o secretário estadual da Saúde, Jorge Solla. O acordo estabelecido entre as partes visa trabalhar conjuntamente entre os três níveis de gestão do SUS para investigar as denúncias e identificar possíveis fraudadores.
De qualquer forma, no dia seguinte à denúncia, 21, os auditores da SMS realizaram um levantamento preciso do número de serviços de saúde existentes na região da Av. Sete de Setembro, centro de Salvador.
A perícia levantou a existência de 37 estabelecimentos de saúde, dos quais 24 mantêm algum tipo de relação com o SUS.
Quatro estabelecimentos foram fiscalizados e a operação será repetida ao longo dos próximos dias. Os resultados da pesquisa estão previstos para a próxima semana.
De acordo com o prefeito João Henrique, a denúncia é muito grave e se constatada a fraude, a questão deverá ser tratada como caso policial.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta