Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Clínica São Vicente inaugura Unidade do Coração

Publicidade

A Clínica São Vicente, do Rio de Janeiro, inaugura dia 9 de outubro, sua Unidade do Coração. Destinada ao tratamento intensivo de pessoas portadores de doenças coronarianas, a ala sofreu uma reforma de ampliação e passará a prestar atenção integral ao paciente e sua família. “O grande diferencial do serviço diz respeito ao relacionamento, uma tentativa de não afastar os parentes e acompanhantes e facilitar sua presença no hospital”, afirma o Dr. Luís Felipe Camillis, coordenador da unidade. A Unidade do Coração foi ampliada em quase três vezes na área física, e o número de leitos pulou de seis para nove. Na verdade, são duas unidades em um mesmo espaço. Uma delas é a terapia intensiva clássica, que conta com três leitos. A outra, com seis leitos, é dirigida a pacientes que não precisam de tratamento muito intenso, mas monitoração. São esses últimos que poderão ficar com familiares em tempo integral.
Em uma iniciativa de humanização, a Clínica São Vicente investiu na acomodação dos acompanhantes. “Toda a unidade foi remodelada, agora os pacientes ficam em quartos, com cama para o familiar. O projeto atende necessidades que foram avaliadas junto ao paciente e familiares. A idéia é privilegiar ao máximo o relacionamento, da equipe médica com o paciente e com a família, e do paciente com a própria família. Verificamos que a presença de pessoas queridas faz muito bem a quem está internado”, comenta Camillis.
Para concretizar o investimento nas relações interpessoais, a clínica está realizando treinamento com a equipe de médicos, enfermeiros e profissionais para lidar com o paciente e familiares. Outra mudança operada na unidade refere-se à composição do leito. “Mudamos a disposição dos tubos. Os gases e a parte elétrica agora vêm do teto, e não da parede da cabeceira. Com isso, é possível dar a volta completa no leito, uma facilidade para médicos, enfermeiros e o paciente”, detalha Camillis.
Todos os quartos são providos de iluminação natural, um item importante na recuperação do doente, que permite a noção de dia e noite. Em relação aos equipamentos, a clínica instalou na Unidade do Coração monitores, camas, bombas e difusores novos, sempre seguindo o padrão de qualidade próprio. O projeto foi trabalhado no hospital desde meados do ano passado. A aprovação e o início das obras saíram no começo de 2003. A unidade terá a coordenação de dois médicos, o Dr. Camillis e a Dr. Lílian Carestiato, sete plantonistas, equipe de enfermagem e técnicos, como fisioterapeutas e psicólogos médicos. O serviço de psicologia abrangerá paciente, familiares e outros profissionais.
A infra-estrutura da Unidade do Coração está preparada para oferecer serviços de tecnologia. “Todos os leitos têm cabeamento digital, e estamos planejando facilidades inovadoras. O hospital já tem acesso à Internet, e a idéia é permitir o acesso dos clientes ao prontuário eletrônico, exames e até Web cams”, afirma Camillis. Ele avisa que a Internet vai estar disponível em breve. “O hospital utiliza tecnologia administrativa sofisticada e estamos pensando em como integrar o sistema de gestão com a ferramenta de prontuário eletrônico“, informa.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta