Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Classe E tem mais conhecimento em relação a vacinas em SP

Publicidade

Uma pesquisa qualitativa produzida pelo Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão (Celag), da Santa Casa de São Paulo, e financiada pelo Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana (Opas), revelou que a Classe A em São Paulo tem menos informação em relação a vacinas que a Classe E. Esta, que reúne frequentadores do Sistema Único de Saúde (SUS) indicaram uma relevante preocupação com a atualização de suas carteiras. A Classe A atualmente registra as piores coberturas vacinais no Sudeste do País, e os próprios pediatras da rede privada apontaram não ter conhecimentos aprofundados em relação às vacinas infantis. Já os profissionais do SUS mostraram preparo. Segundo a pesquisa, apenas 68% das crianças com 18 meses da classe A tinha recebido as doses de vacina recomendadas, contra doenças como tuberculose, meningite, hepatite B, paralisia infantil e sarampo. A meta de cobertura era de 95%.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta