Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Centros de Referência em Saúde do Trabalhador crescem 958%

Publicidade

Segundo dados do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde (Dsast/SVS), de 2002 a 2010 houve aumento de 958,8% no número de Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) no país, saltando de 17 para 180 unidades. Deste montante, 26 são estaduais e 154 regionais.
A região Sudeste possui 72 unidades, sendo 42 Cerest localizados no Estado de São Paulo. Já a região Nordeste conta com 55 centros; a região Sul, com 23; o Centro-Oeste, com 17; e o Norte possui 13 unidades.
Os centros recebem recursos financeiros do Fundo Nacional da Saúde. Anualmente, cerca de R$ 68 milhões são destinados aos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador. Para unidades regionais são disponibilizados R$ 30 mil e para as estaduais, R$ 40 mil por mês.
Os recursos são para realização de ações de promoção, prevenção, vigilância, diagnóstico, tratamento e reabilitação em saúde dos trabalhadores urbanos e rurais, independentemente do vínculo empregatício e do tipo de inserção no mercado de trabalho.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta