Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Cássio Spina da São Paulo Anjos e o Elevator Pitch !

Publicidade

Durante o evento Anjos ou Não, Cássio Spina,  diretor da São Paulo realizou uma excelente apresentação sobre os pontos que os “anjos” estão buscando ao buscar um negócio para investir. Este post é baseado nesta apresentação, que foi gravada e está disponível no vídeo abaixo.

Imagine que você entra num elevador e encontra o investidor que estava procurando. Você “inesperadamente” ganha um a dois minutos para apresentar sua idéia de negócio e aproveitar uma oportunidade ímpar. Você estaria preparado para aproveitar esta oportunidade?

Este é o famoso “elevator pitch, que mais do que mera figura de expressão, já levou Cássio Spina, a conhecer e posteriormente investir num negócio, cuja apresentação inicial aconteceu num elevador, durante uma saída de evento.

De acordo com ele, empreendedor é aquele que tem uma idéia na cabeça e a capacidade de transformar este sonho em realidade, entendendo os riscos de negócio e entendendo quais atitudes são necessárias para minimizá-los. Estando habituado a analisar planos de investimentos, afirma que não se preocupa em ver um plano de negócios com muitos riscos, pois isso demonstra que o emprendedor conhece bem o mercado que está atuando e que o importante é mostrar que o empreendedor estará pronto para reagir caso alguns destes riscos se materialize.

Além disso o empreendedor deve analisar muito bem qual o seu mercado e evitar falar para os investidores que seu negócio com apenas 1% de Market Share já será extremamente lucrativo. Isto só denota que você ou não conhece tão bem o negócio ou está subestimando o potencial do mercado. No final, o seu mercado é aquele que você consegue atingir atender, nem mais, nem menos.

Deve-se lembrar que problema societário destrói empresa e não foram poucas as boas empresas que quebraram por este motivo. Assim, como o investidor escolhe a empresa que vai investir o empreendedor deve escolher o investidor que aportará na sua empresa, pois esta é uma relação mais intensa do que muitos imaginam.

O plano de negócios é uma ferramenta de gestão que ajuda a planejar a empresa, exigindo muita dedicação e trabalho, porém é feito mais para ser uma bússola do que um script, ajudando o empreendedor e o investidor a planejar os passos necessários para o crescimento da empresa.

E o valuation de uma empresa que está começando, como é que fica? Difícil barganhar valor para um negócio pré-operacional, o empreendedor por estar colocando maior energia e tempo no projeto deve ficar com o  maior valor  ou, no mínimo, uma parte significativa do negócio, mas é importante que investidor e investido discutam qual sua percepção de valor acerca da empresa, a fim de chegar a um valuation que seja aceitável para ambas as partes.

O empreendedor deve estar feliz com o que está fazendo, pois a jornada não é fácil e o relacionamento com os “anjos”difícil, pois o papel destes é extrair o máximo potencial possível do negócio, forçando o empreendedor muito além da zona de conforto, o que auxiliará o empreendedor a chegar num ótimo retorno financeiro para si e seus investidores.

Por fim, o investimento anjo é uma atividade de alto risco, pois para cada negócio que dá muito certo como a ProMen existem muitos outros que não deram em nada, por isso este não é um capital barato, pois embute uma altíssima taxa de risco, que pode ser minimizada com um bom plano de negócios e um excelente empreendedor.

Para maiores informações:

www.saopauloanjos.com.br

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

Equipe EmpreenderSaúde

Vídeo: Quais são os requisitos que os anjos buscam ao analisar um negócio?

Foto: Cássio Spina, Diretor da São Paulo Anjos

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta