Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Casos de tuberculose caem 24,4% nos últimos sete anos no país

Publicidade

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou ontem (23) uma queda de 24,4% na incidência de tuberculose no Brasil nos últimos sete anos. O Rio de Janeiro é o estado com maior incidência de casos de tuberculose no país. Por ano, a média é de 73,27 casos em cada grupo de 100 mil habitantes. No Brasil, a média é de 38,2 casos para cada 100 mil pessoas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, durante o 3º Fórum Mundial de Parceiros Stop TB, principal evento internacional sobre iniciativas de erradicação da tuberculose, que segue até a próxima quarta-feira (25).
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
Na abertura do encontro, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou que a situação crítica da doença no Rio se deve principalmente à falta de investimentos na área de atenção básica, sobretudo no Programa Saúde da Família (PSF), que leva o médico até as comunidades mais carentes e facilita o acompanhamento do tratamento.
“No Rio, a cobertura do PSF é de 3,7% e por isso temos um centro de saúde esperando que o paciente o procure, enquanto na maior parte do país a estratégia é o contrário, as unidades vão até os pacientes”, disse o ministro.
Segundo Temporão, a meta do ministério é aumentar a cobertura do programa no Rio para 75%, por meio de parceria com os governos do estado e da capital fluminense.
O médico Oscarino dos Santos Barreto Jr., que trabalha em uma das unidades do programa, alerta que o acompanhamento do paciente com tuberculose é fundamental. “Como o tratamento é longo, de pelo menos seis meses, e surte resultados em poucos dias, muitos pacientes, ao se sentirem melhor, param de tomar a medicação e isso contribui para o surgimento da tuberculose multirresistente. Aqui, nós vemos o paciente tomando o remédio e se ele não comparece à consulta, nós vamos buscá-lo e o incentivamos a continuar o tratamento.”
A tuberculose afeta principalmente os pulmões. O bacilo de Koch, bactéria que provoca a doença, é transmitido pelo ar, por meio da tosse, da fala e do espirro.
A doença está diretamente ligada à pobreza e à aglomeração urbana. As populações mais vulneráveis à tuberculose são moradores de rua, detentos e pessoas que têm HIV.
 
Taxa de incidência de tuberculose*, 2007
 

















Estado

Incidência*

Estado

Incidência*

Acre

40,86

Paraíba

28,27

Alagoas

38,96

Paraná

24,27

Amapá

38,01

Pernambuco

47,86

Amazonas

66,96

Piauí

33,31

Bahia

41,51

Rio de Janeiro

71,73

Ceará

40,86

Rio Grande do Norte

30,93

Distrito Federal

12,09

Rio Grande do Sul

41,65

Espírito Santo

35,88

Rondônia

29,56

Goiás

8,65

Roraima

28,90

Maranhão

39,81

Santa Catarina

26,45

Mato Grosso

34,84

São Paulo

36,69

Mato Grosso do Sul

36,33

Sergipe

25,47

Minas Gerais

24,02

Tocantins

15,53

Pará

47,07

 

 

* Por 100 mil habitantes.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta