Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Casos de dengue aumentam no verão com a chegada das chuvas

Publicidade

A chegada do verão traz de volta o medo de novas epidemias de dengue. Com as águas, o mosquito da dengue encontra habitat ideal para se proliferar. Daí, a precaução ser o melhor remédio para evitar o contágio. Ainda não existe vacina contra a dengue. Portanto, a melhor forma de prevenção da doença é combater os focos de acúmulo de água, que são os criadouros do mosquito transmissor. Não se deve acumular água em latas, embalagens e outros.

“É importante difundir o conhecimento sobre os vários aspectos da doença e mobilizar a comunidade para as ações preventivas, porque as autoridades sanitárias sozinhas são incapazes de vencer a batalha contra o mosquito”, alerta o hematologista e patologista clínico Nelcivone Soares de Melo, do Pasteur Medicina Diagnóstica/DASA. O médico ressalta que a dengue é uma doença infecciosa aguda, que pode se apresentar como: infecção inaparente, dengue clássica, febre hemorrágica da dengue ou síndrome de choque da dengue.

A dengue é uma das mais importantes arboviroses em países de clima tropical. A Organização Mundial de Saúde estima que três bilhões de pessoas vivam em áreas de risco para a doença no mundo. Estima-se que anualmente 50 milhões de pessoas sejam infectadas. “Todos os casos de dengue devem ser comunicados ao Serviço de Vigilância Epidemiológica do município, pois dessa forma as autoridades sanitárias podem definir ações preventivas e de combate aos vetores”, afirma Dr. Melo.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta