Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Captação de órgãos é heterogênea entre estados

Publicidade

Em programa exibido ontem (17/08), no estúdio da TV Nacional em Brasília, Roberto Shlindwein, coordenador do Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde admitiu que a captação de órgãos para transplantes é “muito heterogênea nos estados brasileiros”. Enquanto alguns estados fazem praticamente todos os tipos de transplante, outros ainda têm dificuldades no processo de transporte de equipes por distâncias muito grandes, ou por hospitais não estruturados. Foi ressaltada a importância de conscientizar a população sobre a importância da doação e ajudar a quebrar os mitos que a envolvem. Os principais critérios para doação são a compatibilidade sangüínea, anatômica e genética com o doador, necessidade de urgência e tempo de espera na lista. Atualmente, 63 mil pessoas dependem de transplante no Brasil e 293 estão na fila aguardando os órgãos.

O programa Diálogo Brasil será retransmitido no sábado (20) pela TV Nacional e pelo canal de TV a cabo NBR, a partir das 22h.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta