Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Câncer de estômago pode ser evitado

Publicidade

Mudança de hábito reduz em 50% chance de desenvolvimento da doença

Terceira causa mais frequente de mortes em homens e quinta em mulheres no Brasil, o câncer de estômago atingiu aproximadamente 21.500 pessoas em 2010, de acordo com a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Segundo o relatório divulgado, a incidência da doença é maior nos países em desenvolvimento e prevalece no sexo masculino. O presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), Sérgio Bizinelli, afirma que mudanças de hábitos reduzem em 50% a probabilidade de a doença se desenvolver como a ingestão de frutas, verduras, legumes crus, controlar o peso, e evitar consumo de bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos e o fumo.

De acordo com o médico patologista e presidente da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), Carlos Renato Melo, o câncer gástrico não tem sintomas peculiares no início da doença, mas é importante o paciente ficar alerta caso tenha náuseas, vômitos, desconforto abdominal, sensação de estômago cheio e perda de peso constante, pois estas reações atingem tanto pessoas com doenças facilmente curáveis, mas também podem indicar algo mais grave. Já no estágio avançado, o patologista afirma que há o aumento do fígado e da região superior do abdome, que são visíveis, podendo ainda haver sangramentos estomacais, porém não são muito comuns.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta