Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Campanha nacional de vacinação contra polio começa sábado

Publicidade

Começa neste sábado, dia 21 de agosto, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite, doença mais conhecida como paralisia infantil. Pela primeira vez a campanha vai durar quinze dias. Por isso, até o dia 3 de setembro, as crianças de São Paulo devem ser levadas aos postos de saúde. As crianças até cinco anos vão receber a segunda dose da vacina contra paralisia. E as de 12 meses a 4 anos vão ser imunizadas também com a vacina Tríplice Viral, um reforço contra sarampo, rubéola e caxumba. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, em São Paulo, 3,3 milhões crianças contra a paralisia infantil e 2,6 milhões contra sarampo, rubéola e caxumba. Já a meta nacional é imunizar pelo menos 95% das crianças menores de 5 anos, ou seja, mais de 17 milhões de crianças contra pólio e 13,7 milhões contra o sarampo. Para isto, 117 mil postos de saúde e 439 mil pessoas, em todo o país, estarão envolvidos na mobilização.
Ao todo, serão distribuídas 26,9 mil doses da vacina contra a pólio e 20,1 mil da Tríplice Viral. O recurso total investido é de R$ 103,5 milhões.
Mesmo as crianças que estiverem com tosse, gripe ou diarréia devem ser vacinadas. A vacina não tem contra-indicação. O responsável pelas crianças deve levar, também, o cartão de vacinação ao posto de saúde. Caso o documento esteja desatualizado, serão aplicadas também as vacinas que faltam. As doses contra a pólio e o sarampo serão aplicadas mesmo sem o cartão.
Além de proteger contra a paralisia e o sarampo, a vacinação de todas as crianças garantirá que nenhum caso dessas doenças volte a ser registrado no Brasil. É importante que todos saibam que não existe tratamento para a paralisia infantil e, somente a prevenção, com a vacina, garante que criança estará protegida contra a doença. O sarampo é altamente contagioso e perigoso, podendo levar à desnutrição grave e até à morte.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta