Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Campanha de combate à dengue irá mobilizar líderes comunitários e agentes de saúde

Publicidade

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, lançou hoje, 20, a Campanha Nacional de Combate à Dengue. Este ano, serão investidos R$ 1 bilhão em medidas de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
O valor é 23% maior do que foi aplicado no último ano, quando a dengue atingiu vários estados brasileiros, principalmente o Rio de Janeiro. Só em publicidade serão investidos R$ 40,3 milhões.
Entre as novidades da campanha, está o foco na mobilização de 42 mil líderes comunitários, 70 mil agentes de saúde e de milhares de recrutas das Forças Armadas, que serão treinados para atuar na prevenção à doença.
“Todo esse esforço é para que nós não tenhamos uma repetição do que aconteceu no Rio de Janeiro este ano e que possamos ter um número de casos menor. A nossa meta é que não haja nenhum número de óbitos”, disse Temporão.
O ministro também ressaltou a importância de impedir que programas municipais deixem de ter continuidade por conta das mudanças nas prefeituras decorrentes das eleições, que renovaram cerca de 60% dos prefeitos no país. Para isso, Temporão promete fazer um treinamento sobre dengue com os prefeitos eleitos.
O ministro citou pesquisas que apontam um bom grau de informação dos brasileiros sobre a doença, mas disse que o problema é transformar o conhecimento em ação.
“Deter a informação é fundamental, mas não é suficiente. A informação transformada em mobilização coletiva pode ser o fator determinante na virada do jogo. É importante conversar com os vizinhos, reunir as lideranças comunitárias do bairro, fazer mutirões de limpeza, cobrar das autoridades. Colocar esta informação em ação”, destacou.
Segundo a secretaria municipal de Saúde do Rio de Janeiro, comunidades que não registraram grande número de casos da doença na última epidemia devem ficar mais atentas. Pessoas que já contraíram dengue tendem a ficar imunizadas, enquanto a contaminação deve atingir com mais força os locais que apresentaram baixos índices anteriormente.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta