Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Câmara discute abastecimento de Tamiflu na rede pública

Publicidade

Foi aprovado ontem, 12, no plenário da Câmara dos Deputados, um requerimento que pede a realização de audiência pública que pretende discutir a distribuição do medicamento Tamiflu, utilizado no tratamento contra o vírus H1N1. O pedido foi feito pelo deputado federal Eleuses Paiva (DEM-SP) e tem como base resultados de uma pesquisa feita nos EUA com pacientes infectados que tomaram o medicamento num período de 48 horas e tiveram uma resposta mais eficiente ao tratamento. A intenção da audiência é discutir uma aceleração da entrega do medicamento ao maior número possível de unidades de saúde pública.
Crianças, adultos com menos de 40 quilos e aqueles que não podem engolir as cápsulas de Tamiflu devem tomar o medicamento na forma líquida. Para agilizar o tratamento de pacientes com tais condições especiais, laboratórios públicos de seis estados – Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo – irão produzir o medicamento já na forma líquida para evitar possíveis erros na dosagem. Até o momento, o Ministério da Saúde distribuiu 10.179 frascos do Tamiflu em pó direcionados ao tratamento de crianças. A partir de agora, a responsabilidade pela diluição é dos estados, que receberam orientação de procedimento da Roche e um guia do Ministério da Saúde.
Menor taxa de mortalidade
Mesmo com as dificuldades que o Ministério da Saúde tem em distribuir o medicamento para todas as regiões do País, o Brasil ainda possui a menor taxa de mortalidade da gripe suína entre países com grande quantidade de casos da doença. Segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças, o Brasil registrou 0,09 mortes em cada grupo de 100 mil habitantes, contra 0,83 da Argentina e 0,65 no Uruguai. Atualmente, o número de óbitos confirmados no País é de 192.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta