Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Cálculos do governo apontam déficit na doação de órgãos

Publicidade

Existe no Brasil, atualmente, uma lista de espera para doação de órgãos com 71.152 pacientes. Destes, a maioria aguarda um rim (34.098) ou uma córnea (26.807). No entanto, neste primeiro semestre, um total de 7.661 transplantes foram realizados pelo SUS (Sistema Único de Saúde), o que indica que até o final do ano não será possível atender a toda a demanda.
De acordo com balanço do ministério da Saúde, entre 2006 e junho de 2007, foram efetuados 87.444 transplantes pelo SUS. Portanto, em seis anos atendeu-se um número de pacientes correspondente a atual fila de espera.
Um indicativo do Serviço Nacional da Transplante (SNT) aponta que 28,25% das famílias com potenciais doadores em morte cerebral do país são contra a doação.
Dos 27 estados brasileiros, cerca de 25 dispõem de Centrais de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNDCO).
Em 2006, o SUS teve uma despesa de R$ 464,8 milhões com transplantes, sendo R$ 278,5 milhões referentes a aquisição de medicamentos para evitar a rejeição dos órgãos transplantados, os imunossurpressores.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta