Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil registra três primeiros casos de chikungunya

Publicidade

O Ministério da Saúde informou que foram registrados três casos da doença chikungunya, originária do Sudeste Asiático e da África. O vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo vetor da dengue. É a primeira vez que surgem casos dessa doença no Brasil. Os infectados são dois homens, um do Rio de Janeiro e outro de São Paulo, que viajaram para a Indonésia, e uma mulher, moradora de São Paulo, que chegou recentemente de uma viagem à Índia. De acordo com o ministério, os três foram atendidos aqui no Brasil e passam bem.
Desconhecida do brasileiro, a chikungunya não é transmitida por contato pessoal. Até o momento, não há registro de transmissão da doença dentro do país, nem de casos suspeitos além dos três já diagnosticados.
A taxa de mortalidade da doença é baixa, muito inferior à da dengue. Em 2006, houve um surto na Índia que contaminou 1,3 milhão de pessoas, sem ocorrência de mortes. Os principais sintomas da chikungunya são febre alta e dores fortes nas articulações. A fase crônica pode durar seis meses. Não há vacinas disponíveis e o tratamento é feito com analgésicos e anti-inflamatórios.
O Brasil tem laboratórios que conseguem identificar a doença e o Ministério da Saúde informou que o país reúne condições para tratar os infectados. Para que a doença não se alastre, a recomendação é idêntica à de prevenção da dengue: evitar acúmulo de água parada para impedir a proliferação do mosquito transmissor.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta