Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil leva à ONU propostas de combate à aids

Publicidade

A definição clara de populações vulneráveis é um dos pontos essenciais defendidos pelo Brasil na 26ª Sessão Especial da Assembléia Geral das Nações Unidas em HIV e Aids, a ser realizada na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque (EUA), entre 31 de maio e 2 de junho. As recomendações e metas para o combate à epidemia de aids nos próximos anos serão discutidas na assembléia e estarão reunidas na Declaração Política assinada por todos os 189 países. O documento definirá as políticas públicas dos países membros até 2010. Dentre os 44 pontos da declaração, o Brasil destaca como fundamentais, além da questão das populações vulneráveis, a definição clara de prazos para alcance das metas.
Outro ítem considerado indispensável pelo Brasil é o uso da flexibilidade do Acordo dos Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados ao Comércio (Trips, na sigla em inglês) e da Declaração de Doha, que propõe a primazia da saúde pública sobre os interesses comerciais. Com isso, seria facilitada a produção de medicamentos anti-retrovirais genéricos, sem desrespeitar a legislação internacional.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta