✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Brasil inicia produção de medicamento para prematuro

Publicidade

O ministério da Saúde está investindo R$ 600 mil para que o Instituto Butantan comece a produzir uma substância chamada surfactante, que regula o funcionamento dos pulmões de bebês prematuros, que nascem com menos de 30 semanas. Dos 3,5 milhões de bebês que nascem todos os anos no Brasil, 175.000 são prematuros e podem ter problemas respiratórios, e necessitar do surfactante para sobreviver. Segundo informações da Agência Brasil, 34 maternidades públicas em nove estados começarão a usar em março o medicamento, que já está sendo testado.
De acordo com o diretor de desenvolvimento tecnológico e produção do Butantã, Isaías Raw, a produção desse medicamento vai beneficiar principalmente as famílias mais carentes atendidas pelo Sistema Único de Saúde. Por causa do preço alto, o medicamento hoje está disponível praticamente só para quem paga.
Atualmente, o ministério da Saúde compra o medicamento de outros países por um valor que varia de R$ 600 a R$ 800 reais e a previsão é de que o produto seja produzido no Brasil pela metade desse preço.

       
Publicidade

Deixe uma resposta