Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil e Paraguai querem fortalecer escolas técnicas

Publicidade

O Instituto Nacional de Saúde (INS) do Paraguai e a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) vão elaborar e coordenar um projeto de cooperação para a criação e o fortalecimento de escolas técnicas de nível médio em saúde nos países da União de Nações Sul-americanas (Unasul). O projeto é uma das iniciativas da Rede de Institutos Nacionais de Saúde (Rins), criada em 2010 e que reúne os institutos nacionais de saúde ou instituições públicas nacionais equivalentes, que cumprem um papel estratégico para os Sistemas de Saúde dos países da Unasul.
Atualmente, a Rins-Unasul tem a coordenação geral do Instituto Nacional de Saúde do Peru. A Fiocruz é a secretaria-executiva da Rede e tem como funções a coordenação da implantação do Plano Quinquenal e dos planos operacionais e projetos da Rins-Unasul; a formulação dos planos operacionais e projetos para revisão e aprovação da coordenação geral da rede; e o monitoramento da execução do Plano Quinquenal, entre outras. “O diferencial da Rins é que é uma rede estruturante, em que todos os projetos estão direcionados ao fortalecimento da atuação dos institutos”, diz o secretário-executivo da Rins, Felix Rosenberg.
Além de ser secretaria-executiva e participar de mais sete iniciativas, a Fiocruz também é responsável pela coordenação de oito projetos previstos no Plano Quinquenal da Rins-Unasul. Os projetos serão coordenados por diversas unidades da Fundação. “Queremos pensar uma forma de promover uma aproximação maior entre as escolas técnicas e os institutos para que os institutos participem mais da organização das escolas e que elas, quando for o caso, possam contribuir para a formação técnica dos quadros dos institutos. A ideia não é fazer um projeto fragmentado, mas uma ação que possa integrar duas iniciativas já existentes (Rets-Unasul e Rins)”, explica a coordenadora de Cooperação Internacional da EPSJV, Anamaria Corbo, falando sobre o projeto que será coordenado pela Escola.
Segundo Rosenberg, o Brasil é o único país da América que tem uma escola técnica (a EPSJV) dentro de um instituto de saúde (a Fiocruz). “Nos outros países as escolas estão fora dos institutos e eles não se relacionam. O objetivo desse projeto é tentar que os institutos se consolidem como instâncias permanentes dos sistemas de saúde dos países, criando uma capacidade crítica”, diz ele. “O que diferencia a nossa cooperação técnica é que temos como objetivo principal fortalecer as instituições para que tenham autonomia e possam reduzir as desigualdades e a dependência”, completa.
Rins-Unasul
A Rins-Unasul tem como missão contribuir para o desenvolvimento de políticas de saúde mediante a integração e o fortalecimento dos Institutos Nacionais de Saúde a fim de melhorar as condições de vida, reduzir as desigualdades sociais e melhorar o bem-estar dos povos sul-americanos. Entre seus objetivos estratégicos estão o fortalecimento dos programas e ações de Vigilância em Saúde nos países; a contribuição para o desenvolvimento dos Sistemas Universais de Saúde nos países sul-americanos reconhecendo o direito à saúde e à abordagem inclusiva; o desenvolvimento de estratégias e planos de trabalho a fim de melhorar o acesso a medicamentos e outros insumos estratégicos para a saúde; a produção e a divulgação de conhecimentos para a solução de problemas de saúde; a capacitação de profissionais de saúde da Unasul; e o desenvolvimento dos Institutos Nacionais de Saúde como organismos estruturantes dos Sistemas de Saúde das nações sul-americanas.
Todas as instituições integram a Assembleia-Geral, que é o órgão máximo de direção da Rede, e participam das atividades de cooperação estabelecidas no Plano Quinquenal da Rins. Em março de 2011 será criada uma rede nos moldes da Rins-Unasul, reunindo os institutos de saúde dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A nova rede será lançada em Guiné-Bissau, durante reunião da CPLP. A Unasul tem como finalidade principal construir um espaço de integração e união cultural, social, econômica e política entre os países sul-americanos, com objetivo de reduzir a desigualdade sócio-econômica, promover a inclusão social, a participação cidadã e fortalecer a democracia.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta