Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil e Fundação Clinton firmam acordo em HIV/aids

Publicidade

O Ministério da Saúde e a Fundação Clinton assinaram ontem (25/8) um protocolo de entendimento que inclui o Brasil nos consórcios da entidade para compra de medicamentos anti-retrovirais (ARV) a preços baixos. A fundação dará apoio técnico para que o governo brasileiro consiga reduzir preços das matérias primas para a produção de ARV e dos próprios medicamentos. O acordo também prevê que o Brasil poderá adquirir testes de diagnóstico e de monitoramento. Somente em 2005, o Brasil investirá R$ 1 bilhão na compra de anti-retrovirais. Hoje, cerca de 160 mil pacientes têm acesso gratuito a 17 drogas contra a aids – oito nacionais e nove importadas. Os gastos com ARV representam 25% do orçamento do Ministério da Saúde destinado à compra de medicamentos.
O combate ao HIV/aids é o ponto focal do trabalho da Fundação Clinton, cujo diretor acredita que, sem o enfrentamento da epidemia nos países em desenvolvimento, onde moram mais de 90% dos 40 milhões de infectados pelo HIV do mundo, não será possível o equacionamento do problema. A fundação acredita que se o acesso ao tratamento com anti-retrovirais não for ampliado, entre 5 milhões e 6 milhões de pessoas morrerão de aids nos próximos dois anos.
Em virtude dessa preocupação, a iniciativa em HIV/Aids da Fundação Clinton ajuda esses países a planejar e implantar programas integrados de assistência, tratamento e prevenção em grande escala. A iniciativa já apóia projetos desse tipo em países da África, Ásia e Caribe.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta