Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil acusa UE de impedir crescimento de genéricos

Publicidade

Medicamentos genéricos, vindos da Índia, foram confiscados mais de 20 vezes no ano passado em trânsito pela União Europeia (UE). Diante dessas informações e com uma campanha de expansão da manufatura de remédios genéricos entre países em desenvolvimento, o Brasil prepara um contencioso contra a UE. A alegação do Brasil é de que as apreensões fazem parte de uma tentativa das nações desenvolvidas de usar entidades como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Mundial de Aduanas, como escudos para aumentar as exigências da propriedade intelectual. Uma possível consequência seria o encarecimento dos genéricos, que devem representar 28% do mercado nacional em 2011. A UE se defende dizendo que está apenas protegendo a região de remédios falsificados – embora os medicamentos não fossem utilizados por europeus e as apreensões foram requeridas por laboratórios como o suíço Novartis e o americano Eli Lilly. A perspectiva é de que o governo indiano se una ao Brasil no contencioso contra a UE, que faturou cerca de US$ 4,9 bilhões em 2008 com o mercado de genéricos.
*Com informações do Valor Econômico
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta