Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Beneficência Portuguesa adota sistema de prontuário eletrônico

Publicidade

O objetivo de automatizar o atendimento e reduzir o tempo de triagem dos pacientes fez com que o Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo implementasse a ferramenta Alert® Edis, que prevê a informatização de seu atendimento de urgência e emergência.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
A escolha do hospital é uma solução de software clínico para urgências que produz registros do paciente de forma acessível, em tempo real e de forma integrada, ao mesmo tempo em que fornece uma inovadora ferramenta para o controle e gestão.
De acordo com o diretor geral da Alert Brasil, Luiz Brescia, o software permite a realização de triagem por meio do Protocolo de Manchester – critérios clínicos para determinar níveis de urgência de atendimento -, com consulta aos dados dos pacientes e interação entre as equipes do Hospital. “A instituição está implantando a 1ª fase do produto. Desde já, o sistema tem perfil para todos os usuários garantindo que as informações clínicas do paciente sejam envolvidas no sistema.”, explica.
Brescia ressalta que o software é customizado de acordo com as necessidades da unidade e permite uma gestão clínica, além de gerar workflow. “Este beneficio permite que o usuário acompanhe todas as ações que envolvem o doente e faz com que as tarefas sejam distribuídas automaticamente, com eficiência no atendimento de urgência”.
A chefe do Pronto-socorro do hospital, primeira ala a adotar a solução, Maria de Lourdes Teixeira da Silva, garante que a ferramenta Alert, através da triagem, permite classificar os pacientes em grades, em apenas 1 minuto. “Essa facilidade nos permite melhorar a qualidade de atendimento, além de reduzir a burocracia, o uso de papeis e perda de documentos. Para que a solução seja eficiente é preciso alimentar todos os dados clínicos, e é isso que alcançamos com a nova ferramenta”, assegura Lourdes.
O sistema interage com os usuários, por meio da tecnologia touch screen, provendo, em tempo real, informações e conteúdos clínicos relevantes para todos os profissionais autorizados e envolvidos no atendimento. A ferramenta também permitirá que o hospital utilize seus próprios protocolos e melhores práticas para cada caso clínico.
Segundo a gestora, o intuito do Hospital Beneficência Portuguesa é que o corpo clínico possa utilizar o sistema Alert no suporte ao gerenciamento do tratamento dos pacientes urgentes, tais como aplicar procedimentos cirúrgicos emergentes, requisitar e relatar resultados de exames de imagem/laboratoriais e prescrever/administrar medicamentos.
“A ferramenta da Alert é viável de ser implantada em todos os setores do hospital. Vamos entrar na fase de se familiarizar com o produto e depois treinar os profissionais de todas as unidades para que isto aconteça de fato”, conclui.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta