Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Becton amplia parque industrial no País

Publicidade

A BD – Becton, Dickinson and Company, fabricante de suprimentos para a área da saúde, planeja investir R$ 75 milhões na ampliação de sua capacidade de produção no Brasil nos próximos três anos.
Os investimentos são voltados à instalação de uma nova linha de produção de cateteres periféricos de última geração na fábrica de Juiz de Fora (MG), transformando a unidade em plataforma de exportação para os 50 países onde a BD está presente.
A linha de cateteres era produzida na fábrica de Sandy, em Utah (EUA) mas a estratégia da companhia foi concentrar a produção em um único local. “O Brasil foi escolhido por ter capacitação e boa posição nos custos de produção”, afirma o presidente da BD para o Brasil e América do Sul, Geraldo Barbosa.
A nova linha de cateteres, batizada de BD Insyte, é utilizada para ministrar medicação de forma endovenosa em pacientes submetidos a tratamentos de longa duração. O produto é revestido de Vialon (material desenvolvido pela BD), que permite ao dispositivo se moldar à veia do paciente, evitando flebites e outras complicações, diminuindo o desconforto nos procedimentos médico-hospitalares.
A fábrica de Juiz de Fora, que produz 45 milhões de unidades/ano, vai dobrar sua capacidade, ampliando a participação da unidade brasileira na exportação de cateteres. Atualmente a BD já produz a linha BD Angiocath no País.
Outra novidade é que a planta de Curitiba (PR), que fabrica seringas e agulhas, vai iniciar a produção de dispositivos de segurança para seringas, projeto desenvolvido no Brasil.
Segundo Barbosa, presidente da BD para o Brasil e América do Sul, a previsão que a introdução da linha vai consumir investimentos da ordem de R$ 15 milhões. “Vamos consolidar o projeto ainda este ano e a expectativa é que a produção seja iniciada em janeiro de 2005. Somando os investimento feitos em 2004 e 2005, estimamos gerar 200 empregos diretos e 2000 indiretos”, informa o executivo.
Os R$ 60 milhões restantes destinados a investimentos no Brasil serão aplicados ao longo de 2005 e 2006. “Em dois anos estaremos completando este ciclo de investimentos no mercado brasileiro. Entre 2001 e 2003 já havíamos destinado ao País recursos da ordem de R$ 51 milhões para modernização de nosso parque industrial. Os novos investimentos consolidarão a unidade brasileira como principal plataforma de produção na América Latina”, diz Barbosa.
A BD é uma empresa de tecnologia na área médica que fornece dispositivos, equipamentos e soluções de alta tecnologia para hospitais, centros de pesquisas científicas, laboratórios de análises clínicas, indústrias e consumidores em geral. A companhia opera por meio de três grandes divisões: BD Medical, BD Biosciences e BD Diagnostics. O faturamento global da companhia foi de US$ 4,9 bilhões no ano fiscal encerrado em setembro de 2004. Presente em 50 países, a empresa emprega 25 mil colaboradores em todo o mundo. No Brasil, a companhia registrou faturamento de R$ 326 milhões no ano fiscal encerrado em setembro de 2004. A previsão de crescimento em 2005 é de 10%.
A BD oferece mundialmente seringas, agulhas, tubos para coleta de sangue, cateteres e instrumentos cirúrgicos, entre outros itens.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta