✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Baxter não recebe mais pedidos de vacina

Publicidade

A indústria de medicamentos norte-americana Baxter International afirmou na semana passada que recebeu pedidos de vacinas contra a H1N1 de cinco países e a encomenda de 80 milhões de doses, o que seria a produção máxima possível. A única exceção seria os pedidos para a Organização Mundial de Saúde (OMS) que utiliza a vacina para casos de problemas de saúde públicos. A Baxter ainda informou que estará pronta para distribuir a vacina entre o fim do mês de julho e começo de agosto.
As outras quatro companhias no mundo capazes de produzir a vacina contra a H1N1, GlaxoSmithKline Plc, Novartis AG, Sanofi-Aventis SA e AstraZeneca, todas sediadas na Europa, dizem que ainda estão negociando ou atendendo pedidos de outros países. A OMS acredita que 4,9 milhões de doses serão produzidas nos próximos 12 meses para combater a pandemia.

       
Publicidade

Deixe uma resposta