Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Aventis Pasteur espera ampliar exportação de vacina antigripal

Publicidade

A Aventis Pasteur no Brasil espera ampliar a venda de vacina contra a gripe para os Estados Unidos, no próximo ano. De acordo com Eduardo Arce, diretor de marketing da empresa, a Secretaria de Saúde dos Estados Unidos não consegue atender a demanda depois que foi constatada contaminação de parte das doses enviadas por um fabricante britânico, cortando em quase pela metade o suprimento de vacinas importadas pelo País e acredita-se que o problema com a fábrica inglesa não será resolvido até a próxima campanha. A Aventis, que já forneceu 56 milhões de doses de vacina contra gripe para os Estados Unidos este ano, está preparando mais 2,6 milhões de doses adicionais que serão destinadas ao País. A grande preocupação nos Estados Unidos deve-se ao o aumento dos casos de gripe. Segundo informações da Aventis, a gripe causa em torno de 36 mil mortes e 200 mil internações ao ano. Agora, diante dos problemas com a vacina britânica, as autoridades sanitárias estão recomendando racionalizar as doses disponíveis para doentes crônicos, pessoas maiores de 64 anos, menores de dois anos e mulheres grávidas.
No Brasil, a Aventis Pasteur tem um acordo firmado com o Ministério da Saúde e Instituto Butantan desde 1999, para transferência de tecnologia e fabricação da vacina antigripal. A Organização Mundial da Saúde recomenda a vacinação de todos os indivíduos com mais de 65 anos. No Brasil, o Ministério da Saúde se responsabiliza pela imunização gratuita de todas as pessoas acima de 60 anos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta

Aventis Pasteur espera ampliar exportação de vacina antigripal

Publicidade

A Aventis Pasteur no Brasil espera ampliar a venda de vacina contra a gripe para os Estados Unidos, no próximo ano. De acordo com Eduardo Arce, diretor de marketing da empresa, a Secretaria de Saúde dos Estados Unidos não consegue atender a demanda depois que foi constatada contaminação de parte das doses enviadas por um fabricante britânico, cortando em quase pela metade o suprimento de vacinas importadas pelo País e acredita-se que o problema com a fábrica inglesa não será resolvido até a próxima campanha. A Aventis, que já forneceu 56 milhões de doses de vacina contra gripe para os Estados Unidos este ano, está preparando mais 2,6 milhões de doses adicionais que serão destinadas ao País. A grande preocupação nos Estados Unidos deve-se ao o aumento dos casos de gripe. Segundo informações da Aventis, a gripe causa em torno de 36 mil mortes e 200 mil internações ao ano. Agora, diante dos problemas com a vacina britânica, as autoridades sanitárias estão recomendando racionalizar as doses disponíveis para doentes crônicos, pessoas maiores de 64 anos, menores de dois anos e mulheres grávidas.
No Brasil, a Aventis Pasteur tem um acordo firmado com o Ministério da Saúde e Instituto Butantan desde 1999, para transferência de tecnologia e fabricação da vacina antigripal. A Organização Mundial da Saúde recomenda a vacinação de todos os indivíduos com mais de 65 anos. No Brasil, o Ministério da Saúde se responsabiliza pela imunização gratuita de todas as pessoas acima de 60 anos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta