Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Associação Sanatório Sírio comemora 85 anos

Publicidade

A Associação do Sanatório Sírio, mantenedora do Hospital do Coração (HCor), está completando 85 anos. Para comemorar a data, lança hoje o livro “85 anos ? Associação do Sanatório Sírio”, no qual é relatada toda a história da entidade, que se confunde com a própria história de São Paulo.
O livro remonta à intensificação da migração árabe em São Paulo a partir de 1850, o que sem dúvida contribuiu muito para o desenvolvimento econômico, social e cultural da capital paulista. Este desenvolvimento tornou-se cada vez mais crescente com a chegada, por volta do ano de 1895, de inúmeras famílias egressas da cidade de Homs. A partir de então, São Paulo passou a ter uma grande contribuição da comunidade árabe.
Entre essas contribuições está a criação, em 1918, da Associação do Sanatório Sírio – inicialmente chamada de Sociedade Refúgio dos Órfãos, já que sua principal atividade era arrecadar fundos para sustento dos órfãos, vítimas da I Guerra Mundial, que eram mantidos pela Igreja Ortodoxa.
Já na década de 1930, os esforços foram concentrados num projeto bastante arrojado: a construção de um sanatório para tratamento das pessoas carentes portadoras de tuberculose, que naquela época, atingia mais de 500 mil brasileiros.
A Sociedade, em 1952, muda novamente sua denominação, a qual permanece até os dias de hoje, Associação do Sanatório Sírio. Com a consolidação do sanatório em Campos do Jordão, a Associação intensificou seus esforços na área de saúde, com a construção de um hospital na cidade de São Paulo, que viria a ser o HCor.
Após uma campanha liderada por Dona Nabiha Abdalla Chohfi, as senhoras associadas arrecadaram fundos que possibilitaram a compra de um terreno e o início da construção do novo hospital.
De um encontro entre Dona Nabiha e o dr. Adib Domingos Jatene surgiu a idéia de que o novo hospital fosse especializado em cardiologia, tendo em vista o número crescente de pessoas vitimadas por doenças do coração.
As obras de construção do hospital foram finalizadas em 1974. As aquisições dos equipamentos necessários só foram concluídas no ano de 1976, após muito esforço e dedicação de Dona Nabiha e demais diretoras da Associação. Em dezembro de 1976, o Hospital do Coração foi inaugurado, tendo como seu Diretor Geral, o Dr. Adib Jatene.
Na década de 1980, novos tratamentos praticamente erradicaram a tuberculose e a Associação resolveu encerrar as atividades em Campos do Jordão, concentrando seus trabalhos no HCor, que em poucos anos já era considerado um dos mais conceituados do País, contando com equipamentos de alta tecnologia e uma equipe médica altamente qualificada, mantendo excelência em cirurgias cardíacas, sendo o primeiro hospital da América Latina a realizar um transplante cardíaco em uma criança.
Em mais de 25 anos de atuação, o Hospital do Coração (HCor) é uma das mais renomadas instituições médicas do Brasil. Com 31 mil m² de área construída, 250 leitos, 10 salas de cirurgia para procedimentos de alta complexidade, pronto-socorro interligado com um heliponto, centro cirúrgico para procedimento de alta complexidade, unidade coronária, laboratório, centros de hemodinâmica, estrutura para eventos científicos, biblioteca, entre outros. Além disso, são realizadas, em média, cerca de 20 cirurgias por mês em crianças carentes. Nesse período foram realizadas mais de 91 mil internações, 35 transplantes, 30 mil cirurgias cardíacas e 61 mil procedimentos hemodinâmicos.

Serviço:
Lançamento do livro “85 anos ? Associação do Sanatório Sírio”
Local: Hospital do Coração (HCor)
R. Desembargador Eliseu Guilherme, 123 – Paraíso, São Paulo (SP)
Data: Quarta-feira, dia 10/12/2003 Horário: 17h00

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta