HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Aspirina deixa de ser feita no País

Publicidade

A Bayer vai deixar de produzir no Brasil a Aspirina 0,5 mg, o produto mais conhecido da linha, que conta ainda com a Cafiaspirina e a Aspirina efervescente. A partir de agora o medicamento passa a ser importado do México. Segundo a companhia, a parada segue dentro da estratégia global de concentrar a produção de medicamentos em grandes centros mundiais, garantindo escala.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
Essa regra também definiu o Brasil como o centro de produção de anticoncepcionais, que são fabricados na unidade do Brooklin, em São Paulo, e distribuídos para mais de 30 países. “A unidade de Cancioneiro abastece hoje não só a América Latina como também a Ásia”, diz o presidente do Grupo Bayer no Brasil, Horstfried Läpple. Desde 2006, a fábrica de anticoncepcionais recebe investimentos para dobrar a capacidade, que chega a 110 milhões de cartelas por ano. Ao mesmo tempo, a fábrica do bairro do Socorro, há dois anos, tem sua produção reduzida, o que implicará no enceramento da produção de Aspirina. 

       
Publicidade

Deixe uma resposta