Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Artrite reumatóide pode contribuir com o aumento do risco cardíaco

Publicidade

Um estudo, apresentado durante a Reunião Científica Anual do Colégio Americano de Reuamatologia, em Atlanta, EUA, pode ajudar a explicar por que as pessoas com artrite reumatóide tendem a ter mais ataques cardíacos e derrames do que a população em geral. Os pesquisadores da Divisão de Reumatologia da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, descobriram que a inflamação, a assinatura da artrite reumatóide, pode estar contribuindo para o acúmulo de placas nas artérias. Eles também descobriram que certos medicamentos contra artrite podem desempenhar papel de risco para doenças cardíacas e pacientes com artrite reumatóide. Outra descoberta importante revelou que o risco cardíaco foi minimizado com o uso de algumas drogas para artrite reumatóide e maximizado com o uso de outras. Aqueles pacientes que usavam medicamentos anti-TNF, incluindo o infliximab e a adalimumab, no início do estudo, apresentaram espessamento 37% menor das artérias do que aqueles que não utilizavam estas drogas. A prednisona, porém, causou mais espessamento das artérias, mas esse efeito foi moderado quando os pacientes também receberam estatinas para baixar o colesterol.

Dr. Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).

http://www.iredo.com.br

contato@iredo.com.br

http://vivendosemdor.wordpress.com

http://twitter.com/sergiolanzotti

http://www.youtube.com/user/canaldareumatologia

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta