Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Área médica da Siemens cresce 27%

Publicidade

Em entrevista coletiva realizada esta manhã (25/11), em São Paulo, a Siemens Brasil anunciou crescimento recorde de faturamento em 2004, referente ao período de 1º de outubro de 2003 a 30 de setembro de 2004. A entrada de pedidos totalizou um montante de R$ 6,2 bilhões, o que representou um crescimento de 45% relativo ao desempenho de 2003. O faturamento líquido da empresa atingiu a marca de R$ 5,9 bilhões, 27% a mais que o ano anterior. A Siemens Medical também apresentou bons resultados. A área, que representa 3% do faturamento total da empresa, registrou faturamento de R$ 177,9 milhões, resultado 27% superior ao desempenho registrado no exercício fiscal passado. Para Adilson Primo, presidente da Siemens, o bom resultado foi atribuído ? além dos importantes lançamentos em equipamentos nas áreas de ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultra-sonografia e mamografia ? ao crescimento da área de serviços, no qual a empresa tem investido. ?Do total do faturamento da unidade, cerca de R$ 60 milhões foram creditados a este segmento. Na área médica há uma exigência grande para serviços qualificados, por isso acreditamos que setor de serviços deva crescer ainda mais?, explica.
Uma das estratégias para ampliar a participação da unidade médica no faturamento global da subsidiária brasileira, é investir na produção nacional. A companhia voltou a montar no Brasil o equipamento de raio X, multix B, mas a idéia é estudar o mercado de equipamentos de pequeno porte, como os mamógrafos e ultra-som, que apresentam boas expectativas para exportação na América Latina.
O executivo creditou à atual política-econômica do Governo Lula e a expectativa de crescimento do PIB em torno de 4,5% que beneficiou especialmente a produção industrial apresentando um crescimento positivo nos bens de capital, à performance macroeconômica positiva do País, o que impacta na própria evolução da empresa. ?Esperamos que se mantenha este índice positivo de crescimento em 2005, na ordem de 4 a 5%, observando obviamente o andamento das taxas de juros e o câmbio. De uma maneira geral, essa expectativa positiva de crescimento é muito importante, pela diversificação de mercados em que atuamos?, ressalta. A empresa projeta para o próximo ano, um crescimento de 15 a 20% nas vendas.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta