Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

APEX-Brasil e Sebrae assinam acordo para ampliar exportações

Publicidade

Os presidentes da APEX-Brasil, Juan Quirós, e do Sebrae, Silvano Giani, assinam hoje, no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), acordo de cooperação estabelecendo ações que beneficiem pequenas empresas com potencial exportador, informa a Agência Sebrae de Notícias. As duas instituições vão investir recursos técnicos e financeiros para ampliar o número de empresas brasileiras no mercado internacional. Numa primeira etapa o foco das ações será, principalmente, a América Latina.
Para isso, será estruturado um Sistema de Inteligência Comercial integrado, por meio do qual o Sebrae levanta e analisa informações do mercado interno, complementando o trabalho realizado pela APEX de promoção das exportações.
A idéia é que as pequenas empresas, capacitadas pelo Sebrae, tenham acesso a atividades e informações essenciais, geradas pela APEX, que as tornem competitiva também no mercado externo.
Enquanto o Sebrae mobiliza, prepara e desenvolve instrumentos de gestão para as empresas, inclusive adequando produtos e serviços conforme as regras internacionais, a APEX ajuda as empresas a encontrarem nichos de mercado fora do Brasil.
“A demanda mundial é grande mas a competição também é acirrada. Por isso temos que trabalhar nichos de mercado. A função da Agência é ser um instrumento facilitador de negócios”, explica Juan Quirós.
Silvano Giani ressalta que “o trabalho executado pelo Sebrae vai tornar a empresa capaz e com condições de oferecer produtos de qualidade para outros países”.
O Sistema de Inteligência Comercial levantará os dados necessários para que as pequenas empresas brasileiras entrem nos mercados emergentes e se consolidem naqueles com os quais o Brasil já tem relações comerciais consistentes. O Sistema levantará dados sobre dados sobre cada produto, principais fornecedores do país em análise, medidas tarifárias e não tarifárias vigentes, preços médios praticados, entre outros. O acordo será assinado no gabinete do ministro Luiz Fernando Furlan.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta