Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

APEX Brasil e mais nove organizações brasileiras assinam o Consórcio Saúde Brasil

Publicidade

Apostando no potencial de exportação de serviços de saúde que o Brasil possui, a APEX Brasil e mais nove organizações brasileiras assinam o ?Consórcio Saúde Brasil?, que tem como objetivo promover as competências brasileiras na saúde para os mercados da América Latina, Caribe, África e Oriente Médio. Com investimentos de R$ 1,3 milhão, o consórcio agrega os hospitais: Samaritano, Sírio Libanês, do Coração, Moinhos de Vento do Rio Grande do Sul, Hospital Brasília, Fundação Zerbini, Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), a empresa L+M GETS e a MHA Engenharia. Durante a cerimônia de assinatura realizada na Hospitalar, Juan Quirós, presidente da APEX, ressaltou que o setor Saúde é um dos mais importantes do País e que o consórcio irá reforçar a imagem do Brasil no exterior. ?Queremos atrair pacientes e investir na capacidade dos hospitais e consequentemente dos profissionais de saúde. O total de investimentos da APEX na área de Saúde chega a R$ 27 milhões. Temos todas as condições de fazer promoção de saúde nestes países. Vamos oferecer um modelo que será atraente principalmente pelo custo-benefício. O consórcio irá reforçar ainda a imagem da saúde brasileira no exterior e promover o intercâmbio de competências?, afirma Quirós.
Lauro Miquelin, da L+M, explica que a iniciativa está voltada para vender os serviços em três principais setores da Saúde. ?Vamos oferecer a expertise médico-hospitalar, procurando sistematizar as ações e promover com mais força o apoio a imagem do País gerando mais divisas. Vamos trabalhar com ações voltadas para o ensino e pesquisa, levando e trazendo pessoas para capacitação. E por fim, oferecer uma engenharia consultiva e planejada e coordenada, mostrando que temos know how em indústria de construção civil, projetos de ambiente e mobiliária?, acrescenta Miquelin.
O projeto integrará ações de promoção comercial para aumentar a visibilidade como visitas a potenciais clientes, participações em feiras e congressos, produção de material promocional etc. A verba do investimento será aplicada ao longo de 12 meses, em que 50% dos recursos serão pagos pelo consórcio e 50% pela APEX. Os investimentos pagos pelo consórcio são divididos em cotas iguais. A meta do projeto é em 24 meses alcançar um faturamento total entre as empresas participantes de US$ 660 mil por ano.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta