5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Anvisa suspende comercialização de vacina

Publicidade

A vacina adsorvida contra difteria, tétano, coqueluche acelular, poliomielite inativada, hepatite B (recombiante) e Haemophilus influenzae tipo B conjugado da Sanofi Pasteur, com nome comercial Hexavac, teve a importação, comercialização e uso suspenso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A EMEA (European Medicines Agency ? Agência Européia de Medicamentos) também decidiu suspender a comercialização da vacina na Europa.
Estudos observaram uma diminuição da imunogenicidade em alguns pacientes, que levam a uma preocupação quanto à proteção de longo prazo (cinco a 10 anos) contra a hepatite B. A imunidade mostrou-se eficaz em curto prazo.
Não há preocupação quanto à segurança da vacina e quanto à eficácia da imunidade contra difteria, tétanos, coqueluche, hemophilus influenzae do tipo B e poliomielite.
Os pacientes não precisam ser imediatamente revacinados. A empresa organizou um sistema de vigilância na Europa para avaliar a necessidaed de uma revacinação na adolescência.
O estudo não identificou casos da doença em crianças que receberam a vacina, apenas um redução dos níveis de anticorpos.
No Brasil, a Hexavac é aplicada apenas em estabelecimentos privados, portanto, as crianças vacinadas durante as campanhas do Governo não receberam essa vacina.

       
Publicidade

Deixe uma resposta