HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Anvisa certifica medicamento contra doença de Gaucher

Publicidade

O medicamento Protalix, contra a doença de Gaucher, fabricado pela Protalix Biotherapeutics Inc, recebeu da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a certificação de boas práticas de fabricação. As informações são do Jornal do Brasil
De acordo com a publicação, trata-se do primeiro passo para que esse medicamento possa ser importado pelo Brasil.
Dados mostram que o Protalix também já foi certificado pela FDA (Food and Drug Administration, agência reguladora de medicamentos dos EUA) e pelo Ministério da Saúde de Israel.
Segundo a empresa, a certificação do medicamento pela Anvisa é um marco importante, pois ajuda à companhia a viabilizar qualidade e o potencial comercial do produto.
A doença de Gaucher está relacionada com o metabolismo dos lípidos. É causada por uma deficiência na enzima glucocerebrosidase. A doença foi descrita na tese de doutorado de Philippe Ernest Gaucher, em 1882.
Os sinais e sintomas variam de indivíduo para indivíduo. As principais características observadas são um aumento do fígado e do baço, anemia, diminuição do número de plaquetas e doenças ósseas. Afeta um em cada 50 mil a 100 mil indivíduos.
O medicamento Protalix, contra a doença de Gaucher, fabricado pela Protalix Biotherapeutics Inc, recebeu da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a certificação de boas práticas de fabricação. As informações são do Jornal do Brasil
De acordo com a publicação, trata-se do primeiro passo para que esse medicamento possa ser importado pelo Brasil.
Dados mostram que o Protalix também já foi certificado pela FDA (Food and Drug Administration, agência reguladora de medicamentos dos EUA) e pelo Ministério da Saúde de Israel.
Segundo a empresa, a certificação do medicamento pela Anvisa é um marco importante, pois ajuda à companhia a viabilizar qualidade e o potencial comercial do produto.
A doença de Gaucher está relacionada com o metabolismo dos lípidos. É causada por uma deficiência na enzima glucocerebrosidase. A doença foi descrita na tese de doutorado de Philippe Ernest Gaucher, em 1882.
Os sinais e sintomas variam de indivíduo para indivíduo. As principais características observadas são um aumento do fígado e do baço, anemia, diminuição do número de plaquetas e doenças ósseas. Afeta um em cada 50 mil a 100 mil indivíduos.

       
Publicidade

Deixe uma resposta