✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Angola define capacitação de parteiras como prioridade

Publicidade

O Ministro da Saúde de Angola, Sebastião Veloso, anunciou ontem, em Lubango, que a formação de parteiras será uma principais estratégias para reduzir os índices de mortalidade materno-infantil no país. O curso terá participação de 25 parteiras, sendo 13 da província da Huíla, quatro do Cunene e quatro do Namibe e Kuando-Kubango. O projeto de formação custará US$ 320 mil.
Em Angola, dados do Ministério da Saúde indicam que entre mil crianças nascidas, 200 morrem e, entre dez mil parturientes, mais de cem perdem a vida.

       
Publicidade

Deixe uma resposta