Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

AMB e CFM divulgam relatório sobre escolas médicas

Publicidade

A Associação Médica Brasileira (AMB) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) lançam a segunda edição do estudo ?Abertura de Escolas de Medicina no Brasil: Relatório de um Cenário Sombrio?. A primeira edição, de janeiro de 2004, já alertava para o excesso e concentração de profissionais. De acordo com os organizadores do trabalho, a socióloga Maria Cristina Pieruccini e o 2º vice-presidente da AMB, Ronaldo de Rocha Loures Bueno, o ritmo de crescimento das escolas de medicina foi ainda maior este ano.
Desde 2000, o Ministério da Educação autorizou o funcionamento de 50 novos cursos, ampliando o número de escolas médicas para 146, 26 só no Estado de São Paulo.
O número de médicos no Brasil é superior ao parâmetro da Organização Mundial de Saúde, que determina um profissional para cada mil habitantes. A média brasileira é 1/622, com picos de 1/302 no Rio de Janeiro e 1/309 no Distrito Federal.
As duas entidades, que lutam contra a abertura indiscriminada dos cursos, concluíram que há desequilíbrio entre demanda e oferta de médicos e má distribuição, necessidade de formulação de uma política regulatória e formação de recursos humanos para prover o Sistema Único de Saúde e o Programa Saúde da Família.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta