5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

África apresenta a maior crise de saúde pública do mundo

Publicidade

Segundo relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde na última terça-feira, 21, a África continua sendo o continente com mais problemas em saúde pública no mundo, mesmo com o aumento de investimentos em tratamentos de doenças contagiosas. Com uma população de 738 milhões de pessoas, a região africana apresenta alto índice de mortalidade por doenças contagiosas e por complicações decorrentes do parto, que alcança a marca de 72%.
A Aids ainda é a doença mais alarmante, 60% dos casos da doença no mundo concentram-se no continente. No entanto, nos últimos três anos o número de pessoas submetidas a tratamentos com anti-retrovirais aumentou de 100 mil para 810 mil.
A malária também teve seu tratamento incrementado nos últimos anos. 33 países adotaram uma combinação de tratamento baseada em Arteminsinin, medicamento mais eficaz contra a doença, mas o continente ainda concentra 90% dos casos clínicos registrados no mundo.
O único avanço expressivo apresentado pela região é a erradicação da pólio e a redução de 50% dos casos de sarampo, desde 1999. Em 2005, 75 milhões de crianças receberam vacinas contra sarampo e 37 países apresentaram índice de 60% de vacinação de sua população infantil contra a doença.

       
Publicidade

Deixe uma resposta