Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

ACREDITAÇÃO: SAIBA COMO O SELO CONCEDIDO PELA ONA/MINISTÉRIO DA SAÚDE AJUDA O USUÁRIO

Publicidade

Os serviços de saúde que atuam na área privada já compreenderam: o segmento sofre as mesmas leis que regem os demais. Os clientes são cada vez mais exigentes, as margens de lucro são cada vez mais reduzidas e quem deseja perpetuar e expandir seu negócio deve estar atento a um ponto inquestionável: a excelência. Para atestar a qualidade, é cada vez maior o número de serviços médico-hospitalares em busca da certificação concedida pela Organização Nacional de Acreditação/Ministério da Saúde. “A ONA é exigente e demanda evidências de boas práticas”, destaca Dr. Délcio Rodrigues Pereira, o superintendente do Hospital Anchieta, em Taguatinga (DF).

Primeira e única instituição do Centro-Oeste a alcançar a Acreditação com Excelência, o mais elevado nível, o hospital não brinca em serviço. Conta como uma completa estrutura física e humana, além de sistema informatizado, para gestão da qualidade. “Trata-se de um processo contínuo, ininterrupto. Caso contrário, a empresa até consegue alcançar a certificação, mas não viabiliza sua manutenção”, ressalta Dr. Délcio. Na prática, uma organização Acreditada passa por reavaliações periódicas. “Em 2009 fomos recertificados e agora, em outubro, passamos por uma avaliação de manutenção da Acreditação”, explica.

Para a opinião pública, a Acreditação serve como uma forma de seleção dos serviços. Aqueles que possuem Nível I (Acreditação), contam com um sistema de segurança confiável. Os que possuem Nível 2 (Acreditação Plena), comprovam a adoção de processos de controle da qualidade, que levam a uma gestão integrada. Já os que possuem Nível 3 (Acreditação com Excelência) acumulam as características dos Níveis 1 e 2 e atestam a realização de melhorias contínuas, assegurando o comprometimento com a excelência – como é o caso do Anchieta, atualmente considerado benchmark nacional.

“Nada é tão bom que não possa ser melhorada”, eis uma das máximas dos que adotam a gestão pela qualidade. O Hospital Anchieta prepara-se agora para mais um desafio: a Acreditação Internacional pela JCI – Joint Comission International. “Estamos profundamente compromissados com as ‘Seis Metas Internacionais de Segurança’, preconizadas pela JCI”, conclui Dr. Délcio. A contar pelo histórico, deverá figurar em breve no seleto grupo internacional reconhecido pela Joint Comission International, que no Brasil inclui o Sírio Libanês e o Einstein.

Carla Furtado

AthenaPress | Unidade do Grupo Athena

(61) 3326 2066 e 8473 3509

athenapress@grupoathena.com.br

www.grupoathena.com.br

Atendimento à Imprensa: Paulo Lima

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta